O que fazer em caso de perda de conexão no seu voo?

É muito comum os passageiros, na compra de passagens aéreas, optarem por realizar uma conexão em outra cidade, desembarcando da aeronave e pegando outro voo, para então chegar na destinação pretendida. Geralmente, muitas pessoas optam por isso para pagar um pouco menos na passagem ou porque o destino final é distante e não possui voos diretos. Entretanto, voos com conexão merecem uma atenção especial, visto que é muito comum acontecerem problemas com voo, como atrasos e cancelamentos, que acarretam na perda de conexão. 

Causas de perda de conexão

São vários os motivos que causam a perda de conexão de voo. Separamos os principais: 

Perda de conexão por atraso de voo

É bastante comum o atraso de voo por responsabilidade da Companhia Aérea. Quando isso acontece no primeiro voo, na maioria das vezes, causa a perda de conexão, principalmente se o intervalo de tempo no aeroporto da cidade de conexão não for tão grande. Assim, o passageiro chega mais tarde que o previsto, mas o outro voo não espera por ele, fazendo com que ele perca o mesmo. Situação bem desagradável, mas bem recorrente.

Situações não previstas

Algumas situações, como manutenções não programadas da aeronave e problemas com a tripulação, acontecem com menos frequência, mas podem causar uma perda de conexão. Algumas vezes, a aeronave pode apresentar falha até quando os passageiros já embarcaram, gerando atrasos ou cancelamentos.

Perda de conexão por voo cancelado

Outro problema frequente é o cancelamento de voo. Quando um voo é cancelado pela companhia aérea, e o intervalo de horas entre a chegada na cidade de conexão e a partida do voo na mesma não é muito grande, é bastante provável que o passageiro perca a conexão.

Quais os meus direitos de acordo com a ANAC?

Se a culpa pela perda de conexão for da Companhia Aérea, o passageiro possui alguns direitos e deve exigi-los. O básico e principal é o direito à informação e à assistência material. 

Segundo a Resolução 400/2016 da ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil, que informa todos os direitos do passageiro, seja voo doméstico, seja voo internacional, as companhias possuem alguns deveres em casos de problemas com voo, como a assistência material, dependendo do tempo de espera pelo próximo voo. 

– Maior que uma hora, a companhia deve fornecer meios de comunicação para os passageiros, como internet ou telefone;

– Maior que duas horas, fornecer alimentação, como vouchers;

– Maior que quatro horas, hospedagem/acomodação e translado (ida e volta, transporte do aeroporto ao hotel, por exemplo).

Caso o passageiro esteja em seu domicílio, a empresa aérea tem a obrigação apenas de transportá-lo para a sua residência e desta para o aeroporto, se ele quiser. 

Indenização por dano moral

Mesmo que a companhia aérea cumpra com todos os deveres já citados, se o passageiro perder sua conexão de voo, devido ao atraso do voo de origem, chegando com 4 horas ou mais de atraso ao destino final, o passageiro pode, sim, buscar uma indenização pelos danos morais causados.  

O mesmo vale para cancelamento de voo: mesmo que o passageiro seja realocado em algum outro voo, caso ele perca sua conexão de voo e chegue ao destino final com 4 horas ou mais de atraso, ele pode buscar uma indenização por danos morais. 

Algumas situações ajudam no momento de exigir uma compensação, como viagens a trabalho, em que o motivo principal da viagem tenha sido prejudicado por causa da conexão perdida, cancelamento ou atraso de voo, além de datas importantes, como casamentos e compromissos familiares.

Lembre-se sempre de guardar o máximo de provas possível, como vouchers para alimentação fornecidos, declaração do ocorrido, fornecida pela companhia aérea e os cartões de embarque dos voos realocados. 

Além da indenização, o passageiro também tem direito a optar por realocação em outro voo da mesma companhia aérea ou de outra para o mesmo destino, caso seja conveniente, se o atraso tenha sido maior ou igual a 4 horas. 

Dicas para não perder a conexão de voo

É possível evitar a perda de conexão, separamos algumas sugestões:

Painéis do aeroporto

Fique atento aos painéis do aeroporto para sempre checar os horários dos voos e verificar se está no horário previsto.

Intervalo de tempo entre voos

Verifique se o aeroporto de conexão é o mesmo do primeiro destino, se não for, tente comprar passagens com horários com diferença de tempo suficiente para pegar a bagagem e para o deslocamento até o próximo aeroporto.

Voos da mesma companhia aérea

Quando for fazer conexão, dê preferência na compra de passagens da mesma companhia aérea, pois, no caso de algum problema no voo que acarreta na perda da conexão, a companhia aérea será responsável.

Tempo Mínimo de Conexão

Antes de efetuar a compra, é importante analisar o tempo mínimo de conexão que cada aeroporto fornece. Assim, você poderá comprar passagens com conexões com tempo suficiente e não perderá o voo.

Teve uma Conexão Perdida?

Caso você tenha tido uma conexão de voo perdida, por atraso, cancelamento ou algum outro problema da Companhia Aérea, você tem algumas opções:

– Acessar o site do consumidor.gov ou o Procon, buscar os seus direitos ou solicitar o reembolso da passagem aérea. 

– Buscar indenização pelos danos morais causados pela conexão de voo perdida.

Mesmo que a companhia aérea cumpra todos os deveres, se você chegar ao destino final com 4 horas ou mais de atraso, você tem direitos e deve exigi-los, inclusive pode buscar uma indenização por danos morais.

Lembre-se: se você teve problemas com voos nos últimos 2 anos, você pode buscar uma indenização.

Exija a sua indenização agora! É rápido, seguro e você só paga se ganhar.